Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Erro de Pensamento

16
Dez17

Preciso de viagra religioso

Isto de falar em crenças é daqueles assuntos que nunca mais acabam. Sinto que todas as semanas leio ou oiço alguma discussão sobre Igreja, religião e Teísmo. As minhas preferidas acabam invariavelmente por ser as que se encontram nesses grandes espaços de reflexão que são caixas de comentários na Internet. Nada como o comentário do “Wolf God”  num video do Youtube do canal "The Church of Almighty God" para abalar com a crença de uma vida.

(Já agora de assinalar que este canal tem um vídeo chamado "God Is Great | Thank God | "The True Love of God" | Praise the Lord (Best Christian Music Video)" e eu que sempre ouvi a tal coisa de não invocar o nome do senhor em vão, só aqui já gastaram a quota toda que podem dizer num ano)

 

Eu sou daqueles que quando dizem “Eu não acredito” são olhados com pena por parte dos que já garantiram o lugar cativo no Além. Atenção que isto não é bem uma escolha, é uma condição. Não se escolhe acreditar. Por mais que repita o que quer que se diga na missa, isso não faz com que automaticamente acredite nisso, assim como quando fico doente, e estou sempre a dizer “ah isto já está curado”, mas na verdade estou na mesma.

 

 

Aquilo que tantas pessoas sentem, esta incapacidade de acreditar, faz com que sejam mal vistas por grande parte das religiões. Ora se alguém acredita que fomos criados por um tipo super poderoso então não devíamos ser vistos como patifes que odeiam deus, mas que na realidade, apenas um produto com defeito (que ainda deveria deixar mais duvidas no quão poderoso será o tipo).

 

 A sério que gostava de acreditar que depois de bater as botas se vai para um sitio espectacular. Sitio esse que supostamente nos faz reencontrar família, conhecer 72 virgens, ou possivelmente ter ali uma mesinha de buffet à disposição. As promessas do pós-vida variam e nalguns casos a coisa é meio deixada em aberto, o que me deixaria ainda mais desconfiado. A ideia dessa recompensa após a morte soa-me a negócio duvidoso, como aqueles anúncios das tele-vendas que nos prometem abdominais espectaculares em 7 dias, gastamos 99,99 € e no fim o que recebo em casa é uma espécie de vibrador para meter na barriga.

 

Isto tudo para dizer que seria muito giro realmente ter uma vida eterna depois, que já por si parece eterna quando estamos na fila do supermercado. Admito aqui abertamente que sofro daquilo a que se pode chamar disfunção religiosa. Paralelamente a alguém que sofre de disfunção eréctil e não consegue levantar certas partes do corpo, eu não consigo levantar a minha fé. Fico assim à espera de um comprimido que ajude com isto. A coisa mais perto que experimentei que poderia funcionar foram hóstias, mas daquelas de camarão dos restaurantes chineses, sei que não é a mesma coisa, mas nem num anjinho me fizeram acreditar por isso não me parece que vá lá com as outras.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D