Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erro de Pensamento

20
Jan19

Sem ideias como a SIC

Tenho a declarar, antes de mais, que esta semana não tenho nada a declarar. Andam a acontecer demasiados “escândalos” e coisas gozáveis por semana, e acho mal. Portugal é um país pequeno, não temos população para estas coisas, e eu pessoalmente não tenho tempo para andar a investigar minuciosamente, como alias é meu apanágio. A isto soma-se ainda que tenho lido tanta coisa sobre tudo isto que deixa de me apetecer escrever sobre tal.

Justificada que está a minha falta de criatividade, penso que vou ter de recorrer aquilo que alguém cheio de dinheiro e preguiça faz, portanto basta-me procurar um formato que já existe e comprar os direitos. Por falta de desleixe não fiz os preparos para poder ir buscar uma coisa que se faça noutros blogs. Pensei em ir buscar uma coisita dos blogs de moda, mas de tons e beleza não sei nada, coisa que se comprova por andar o inverno cheio de cieiro nos lábios e nunca encontrar nada para os tratar. Pensei em fazer uma crónica de viagens, mas achei que relatar a minha viagem de fim de semana, ao Alentejo, não tem grande interesse. Eu sei que alguém com grande habilidade e olho para a coisa arranjava um sitio com cavalos e piscina no Alentejo profundo e fazia dali uma bela publicida.. crónica. Já a casa da minha mãe que o máximo que tem é um cão e uma banheira cá me parece que não impressione. Por último pensei em fazer uma crónica como é ter filhos, mas já tinha coisas combinadas e não dava para ir adoptar, aturar e depois abandonar uma criança tudo num fim de semana.

Com isto tudo acabei de me lembrar que ao menos não sou a única pessoa sem ideias. Parece que o pessoal da SIC também não tinha grande ideia do que utilizar para encher as noites de Domingo e, portanto, importou o Lip Sync Battle, em que como sempre aplicaram o filtro português e como sempre acabou por ficar fraquinho.

Portanto deixo aqui três ideias de programas originais que a SIC podia me podia ter comprado:

  • Jovem chega a casa bêbedo e tem de se deitar sem acordar a família. Ajuda se for daquelas famílias com muito bibelot
  • Um concurso em que as pessoas voltavam atrás no tempo e só podiam levar um objecto. O objectivo era surpreender ao máximo o pessoal da era medieval sem ser considerado uma bruxa. (Eu sei que ainda não se consegue viajar no tempo, mas vocês viam este programa)
  • Um ouriço a comer fruta durante 3 horas. Sim, parece pouco mas procurem na Internet, aquilo sim consegue entreter-me.

Espero que alguma destas ajude, até porque ver o Manzarra ali lembra-me de ir a um zoo ver animais, sabemos que até são bem tratados, mas está na cara que eram mais felizes lá fora.

13
Jan19

A Cristina Ferreira agora tem um programa na 3

Sempre acreditei que alguém com capacidade para implantar uma ditadura em Portugal era o Manuel Luís Goucha com a sua brigada de velhinhos. Ao que parece a TVI também teve a mesma ideia.

Felizmente ainda não ouve feridos nesta que poderá vir a escalar para a Terceira Guerra Mundial, mas tem sido uma batalha renhida. Um Mário Machado de um lado, com as suas “declarações polémicas”, pela Cristina um telefonema de Marcelo claramente a marcar a sua posição caso tenhamos de escolher o futuro governante de entre destes dois apresentadores de televisão. Para resolver isto propunha um combate no ringue, entre Cristina “ESTÁ CERTO!” Ferreira e Manuel “Luís” Goucha (sim fui preguiçoso, mas também nenhum pugilista tem três nomes, o que complica a coisa), Floyd Mayweather seria destronado na hora como o gajo a quem pagam mais para andar à batatada.

A SIC teve assim o inicio de sonho para um programa, que parece a ameaçar destronar os ratings da TVI, mas vamos ser honestos, todos sabemos que aquilo vai no fim dar tudo ao mesmo, um Quintino aqui, um Hernâni Moura acolá, mas de resto é tudo parecido. Mesmo sem ver o programa posso apostar que tem um número para o qual se liga e publicidade a produtos medicinais altamente duvidosos, interrompidos por histórias dos infortúnios de pessoas que colecionam azares na vida. Deixo apenas uma reclamação, das imagens que vi já não temos público a aparecer, que acho mal, se havia parte engraçada daquilo era ficar a ver a cara das pessoas depois de 4 horas a ouvir a voz da Cristina Ferreira, é que quem está em casa ao menos tem o mute.

No meio disto, acho que a Cristina Ferreira está de parabéns, que não só conseguiu um contracto bastante apelativo na SIC como também encontrar uma equipa de criativos fortíssimos, depois da revista “Cristina” tem um programa chamado “O Programa da Cristina”. Tenho de reconhecer que é um nome adequado ao público alvo, eles sabem que os velhotes não querem saber do nome das coisas. O “Você na TV” sempre foi para eles o programa do Goucha e nem dá na TVI, dá “na 4”. Imagino que quando eu chegar a velho isto vai ser muito mais complicado, porque já existem 187 canais, e ainda por cima os gajos de tempos a tempos mudam os números dos canais.

Portanto Marcelo tem uma relação muito próxima, telefona à Cristina a meio do programa novo, para a RTP envia uma gravação e aposto que nem ele sabe quem apresenta o programa da manhã. No meio disto tudo o pessoal da CMTV nem um olá. Para mim isto é errado da parte do presidente, porque se há um ano alguém me dissesse que íamos ter o Mário Machado e o deputado Alexandre Frota e não ia ser na CMTV eu nunca acreditaria.

06
Jan19

Médio ano para todos

As pessoas são demasiado ansiosas. Ainda antes de ter acabado 2018 já andava tudo nervoso a desejar “bom ano”. Acho que não nos devemos precipitar.

Não sou de optimismos, muito menos exagerado desta forma. Por mim ia-se com mais calma e ponderação, vão-se desejando coisas mas com cabeça, aos poucos como por exemplo um “Bom primeiro trimestre”. Mais que isso é meter a fasquia lá muito em cima, depois na calha não vai ser bom, vai ser só normal e resulta em pessoas desanimadas por estarem com espectativas muito altas.

Louvo o pessoal doido que está em Lisboa na véspera de ano novo e acha boa ideia ir para o Terreiro do Paço. É que: ou vão para lá cedo, e portanto passam uma noite muito agradável, ao frio, rodeados de desconhecidos e apenas com casas de banho públicas próximas; ou então acontece o típico jantar em casa e depois toca a ir para o metro, na esperança de conseguir chegar lá a tempo, e como é óbvio passa-se a meia noite entre um gordo, uma velhota perdida e o varão do metro enquanto tentamos abrir o espumante sem acertar com a rolha no próprio olho.

A verdade é que regra geral, quem tem uma bela passagem de ano, a celebrar o fim de um ciclo e o começo do novo ano acaba sempre o dia 1 a desejar ter ficado em 2018 mais um bocado. Mesmo quem quer começar o novo ano a ser mais fit, ler mais, viajar mais e estar mais com quem se gosta acaba no primeiro dia do ano de ressaca, a ter de limpar a merda da festa de passagem de ano porque a casa ficou toda de pantanas, com dor de cabeça e tem de se encomendar uma pizza porque está tudo fechado. Isto sim eram coisas nas quais se devia investir os desejos das passas, investir pelo menos metade logo para o dia 1 não ser o pior dia do ano.

 Tenho a dizer que não sei de que cor eram os meus boxers, não saltei de uma cadeira com o pé direito, e que na meia noite já estava bastante tocado e ainda assim não passei a acreditar que comer passas nos dá poderes do Aladino. Mas a pedir era para se acabar com esta coisa de chamarmos Réveillon à festarola de passagem de ano, é uma palavra com demasiado glamour para a passagem de ano da maioria das pessoas, a cheirar a camarão, bêbedo e a fazer a contagem toda mal porque a televisão está uns segundos atrasada.

Resumindo, vai ser mais um anito, com sorte chegamos ao fim de 2019 que já não seria nada mau, falando por mim. Portanto desejo um médio ano para todos, com apontamentos de ser bom mas ainda não vai ser neste ganham o euromilhões.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D